O que ver em Roma - Hotel na zona da Estação Ferroviária Roma Termini 4 estrelas - Termas Diocleciano

Marcação online

Marcação online

Colecione momentos extraordinários

Como visitar o Coliseu, o Vaticano, a Escadaria de Espanha e todos os outros monumentos de Roma em apenas três dias?

Provavelmente, ver tudo não será possível, mas, em todo modo, nós temos a certeza que você vai respirar profundamente a magia de Roma.

Será suficiente perguntar ao pessoal do Hotel Diocleziano e que em poucos minutos lhe desenharão um percurso feito especialmente para você.

Desta forma, você poderá descobrir a faceta de Roma que melhor lhe convier e encherá sua bagagem de lembranças inesquecíveis.

Estratégico

Posição estratégica para conhecer Roma. Conselhos ótimos. CArmenie05 – TripAdvisor

Como se fosse um gladiador

Como terá sido estar no centro do Coliseu na Idade Antiga em Roma? Como se sentia um gladiador romano, rodeado por 50.000 espectadores em delírio? O corpo todo empoeirado após a batalha, a emocionante espera do veredicto do Imperador?

Ainda hoje, quando você entra no centro do Coliseu, pode sentir a estranha energia que paira no ar. É a mesma energia que diariamente leva milhares de pessoas de todo o mundo a visitar o Anfiteatro Flaviano.

Ainda mais agora que a sua restauração foi concluída e que o Coliseu recuperou todo o seu secular esplendor.

Face to face com Michelangelo

A última obra de Michelangelo - os afrescos da Capela Sistina, é a mais famosa etapa da visita aos Museus do Vaticano.

Não é uma surpresa que para poder visitá-la seja necessário reservar com meses de antecedência, é demasiada a demanda de visitantes que chegam todos os dias à Cidade do Vaticano.

Foi o Papa Sixto IV (nascido Francesco della Rovere) quem encomendou esta obra-prima absoluta a Michelangelo e a outros grandes artistas de seu tempo.

Os afrescos da abóbada e da parede do fundo, que ilustram a Criação e o Juízo Final, foram realizadas por Michelangelo em um longuíssimo período, entre 1508 e 1541.

Porém, o resto não deixa por menos! De fato, as paredes laterais contem obras de Raffaello, Perugino, Botticelli e Ghirlandaio.

Foi assim que aquela que deveria ser apenas a nova capela para o conclave transformou-se em uma das mais famosas obras de arte de todos os tempos.

Caminhar sem rumo em Roma

A melhor maneira para absorver o verdadeiro espírito de uma cidade como Roma é se perder pelas suas ruas, entrar nas lojinhas das ruas secundárias, se aventurar em bairros que geralmente não estão incluídos nos roteiros turísticos.

Com certeza vale a pena passar pelas butiques da Via Condotti, comer um sorvete defronte à Escadaria da Santíssima Trindade dos Montes da Praça de Espanha, respirar a vitalidade da Piazza Navona e jogar moedas na Fonte de Trevi.

Porém, é ainda melhor é entregar-se ao instinto e passear pelas ruas estreitas do bairro Monti, um dos mais característicos da Capital, ou no Campo de’ Fiori, com suas deliciosas lojas vintage.

Se você ainda tem vontade de passear, você pode ir a Trastevere, com suas praças plenas de mesinhas ao ar livre, onde parar para um jantar romântico e respirar a atmosfera autêntica da Capital da Itália.